Terça, 23 de Julho de 2024
22°C 30°C
Macau, RN
Publicidade

Escola Municipal Adelina Fernandes Incentiva Jovem Artista para Feira Literária

A história de Eloisa Helena é um exemplo de como a educação pode ir além das disciplinas tradicionais, revelando talentos e incentivando o desenvolvimento pessoal e artístico dos alunos

25/06/2024 às 10h09
Por: adrovando
Compartilhe:
Alan Silva desenhado por Eloísa. foto: Manoel Barbosa
Alan Silva desenhado por Eloísa. foto: Manoel Barbosa

Incentivar o talento e a criatividade das crianças é fundamental para o seu desenvolvimento, e na Escola Municipal Adelina Fernandes, localizada no bairro Potengi, um exemplo inspirador vem ganhando destaque. Eloisa Helena Carvalho Fonseca, uma aluna de 13 anos do 6º ano A, se sobressai na arte do desenho, e graças à iniciativa de sua professora, Marília Trindade, seu talento ganhou visibilidade e apoio da comunidade escolar.

Tudo começou na sala de aula. "Eu estava dando aula, e Eloisa terminou a atividade mais cedo. Quando olhei para a carteira dela, vi uns desenhos lindos, com traços bem feitos e muita criatividade. Aquilo me chamou atenção", conta Marília. Impressionada com a habilidade da aluna, a professora começou a elogiar e incentivar Eloisa. A grande oportunidade veio durante uma visita de servidores da Secretaria Municipal de Educação (SME), que estavam na escola para uma matéria jornalística com um escritor. "Mostrei os desenhos da Eloisa para eles, e todos ficaram encantados", lembra Marília. A partir daí, os repórteres da Assessoria de Imprensa da SME, Alan Silva e Adrovando Claro se mobilizaram para apoiar a jovem artista, providenciando uma doação de material de desenho, incluindo uma prancheta portátil, canetas nanquim, lápis 6B, um bloco de papel e uma coleção de livretos de desenho para iniciantes.

Eloisa, que começou a desenhar aos quatro anos, inspirada pelos desenhos infantis na televisão, vê agora seus esforços sendo reconhecidos. "Eu assistia uns desenhos infantis na televisão e gostava tanto que fui desenhando eles. Fui evoluindo, vendo os desenhos animados, criando minhas ideias, até chegar ao ponto que estou criando meus próprios personagens", diz a jovem artista. Atualmente, Eloisa leva de duas a três horas para concluir os desenhos, utilizando grafite, canetinha e lápis de cor.

Para Marília Trindade, a descoberta do talento de Eloisa foi um aprendizado. "Eu aprendi que existem dois aspectos educativos. Nem sempre a criança é 100% em português ou matemática, cada um tem sua área. Faltam incentivo, oportunidades e há muita invisibilidade de talentos nas salas de aula, porque a demanda é muito grande na educação", reflete a professora. Com a Feira Literária da escola marcada para novembro, Marília está determinada a incentivar Eloisa a criar desenhos para uma exposição solo.

A história de Eloisa Helena é um exemplo de como a educação pode ir além das disciplinas tradicionais, revelando talentos e incentivando o desenvolvimento pessoal e artístico dos alunos. A exposição na Feira Literária será uma grande oportunidade para que todos conheçam o trabalho dessa jovem artista, que, com certeza, tem um futuro brilhante pela frente.

Lenium - Criar site de notícias